segunda-feira, 24 de junho de 2013

A estátua de Neb-Senu que se move

Parece estória de um filme Hollywoodiano, mas espero que cada um que ler este relato tire suas próprias conclusões.
Uma estátua, datada a 1800 a.c, está exposta no Museu de Manchester a cerca de 80 anos, junto com outras peças encontradas no sarcófago de um nobre egípcio chamado Neb-Senu em oferenda ao Deus Osiris, Deus dos mortos na cultura Egípcia  para que o guiasse na jornada pós morte, a estatua retrata o próprio Neb-Senu e tem cerca de 25 centímetros e em meio a tantas outras, perdia seu destaque, parecia uma estatua sem muito destaque a quem visitava o museu, entre tantos outros artefatos ela se tornava  um objeto normal

A Estatua de Neb-Senu

Osiris-Deus egípcio da morte


Porém nas ultimas semanas a estória tomou um novo rumo, os funcionários do museu vinham percebendo que a estátua estranhamente ficava em diferentes posições, sem que ninguém a movesse de lugar, ela sempre ficava virada ao contrário das demais, sempre de costas aos espectadores do museu, como se estivesse de uma certa forma negando-os.
      O físico e professor Brian Cox, presença frequente nas televisões britânicas, já avaliou o mistério. Refere, segundo o The Telegraph, que o movimento tem a ver com o fenômeno físico chamado de fricção diferencial.

O egiptologista do museu, no entanto, sugere que se trata de uma maldição egípcia. "Reparei que a estátua se moveu. Estranhei porque está num expositor e só eu tenho a chave", disse o perito em entrevista ao Manchester Evening News.
Decidiram instalar câmeras para descobrir o que se passava, mas oque as filmagens revelaram foi ainda mais surpreendente, a  estátua de Neb-Sanu foi gravada a mover-se sozinha dentro do expositor, nas imagens  do museu é possível ver o objeto a mover-se em torno de si mesmo. Segundo o egiptologista, "a estátua costumava ir no túmulo em conjunto com a múmia e representa o morto,  e no Egito Antigo acreditava-se que se a múmia fosse destruída, a estátua agia como alternativa ao espírito ou seja uma embarcação para o espírito que poderia retornar a esta estátua caso não houvesse um corpo preservado", acreditando ser essa a causa para o movimento, refere o The Telegraph.
              Outros especialistas afirmam que a estátua está se movendo devido a vibração dos passos dos visitantes do museu.Como resposta à explicação do professor Brian, o especialista em fatos egípcios não acredita tratar-se de fricção diferencial. "As superfícies estão em contato desde que a estátua está no museu e nunca se moveu antes, e como se movem em um circulo perfeito?" adianta. 
          Segue o vídeo postado, assistam e tirem suas próprias conclusões, seria este um fenômeno físico ou sobrenatural.






10 comentários:

  1. Muito bom e aterrorizante!!!!

    ResponderExcluir
  2. Imagem interessante, sabe-se lá se não querem chamar atenção para o museu? Para ganhar notoriedade hoje em dia se faz de tudo. Por outro lado pode ser um fenômeno sobrenatural, as estátuas e múmias eram objetos da magia egípcia, muitos rituais eram feitos pelos sacerdotes egípcios desse tempo, hoje desconhecidos devido ao fim da religião egípcia nos primeiros séculos de nossa era e alvorecer do cristianismo, cujos coptas abraçaram e deixaram seu costume religioso milenar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço o seu comentário, ele complementou a matéria.

      Excluir
  3. Concordo plenamente, hoje em dia as pessoas fazem de tudo para aparecer e pode ser mesmo que o museu tenha colocado um tipo de engrenagem abaixo da peça para que ela se movesse.Mas a atmosfera de rituais e ritos do antigo Egito ainda nada explorada por nós, escondem vários mistérios ... portanto tudo pode acontecer, as tumbas e múmias foram dizimadas (destruídas e saqueadas) e com certeza havia um motivo para que estivessem lá, tão bem preservadas e algumas até os dias de hoje, perpetuar o misticismo em volta dessa antiga civilização e nos provar que alguns fatos estão além de nossa compreensão.

    ResponderExcluir
  4. Galera, comentários inteligente não precisam ser anônimos rsrs

    ResponderExcluir
  5. QUuUuUueEeEee MeEeEeEdoOoOoO .... * *
    não quero ir nesse museu!
    Não sei como tu faz para ter conhecimento dessas histórias, mas acho q tu é o sobrenatural aqui! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Jéssica, eu tiro essas matérias de pesquisas sabe, estou sempre pesquisando lugares e coisas assim pela internet. Tome cuidado,quem sabe a estatua não faça uma visitinha para você essa noite....

      Excluir
  6. Olá meu nome é Jeaf, desnivelamentos mínimos do piso, com pessoas transitando, com o peso que esta estatua tem faz tranquilamente não somente ela, como qualquer outro objeto do mesmo material sobreposto em superfícies parecidas (ou lizas como mostra no vídeo), peso, nivelamento irregular. Por esta razão à estatua move-se somente de dia pela geração de ondas sísmicas gerada pelas pessoas que vão (visita-las) e em contra-partida a noite como se observa ela não se move perceptivelmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jeaf,tudo bom? Essa explicação de que "O próprio passo das pessoas faz a estatua girar" também esta na matéria, por isso eu não descarto essa explicação, porém, essa pode não ser a "explicação verdadeira", afinal, temos muitos mistérios pelo mundo que não tem explicação, certo? Obrigado por comentar e continue acessando e comentando no blog, isso me motiva!!!

      Excluir
    2. Eu estava já de saída quando encontrei este blog, e não postei todo o comentário que ia postar, porque além do que eu mencionei, percebe-se que à estatua move-se ao redor dela mesma, talvez pelo formato de sua base ser arredondada semelhante ao formato de um barco e pelo peso dela ser irregular e mal distribuído ou seja mais pesada na frente e menos atrás ou vice-versa, e no vídeo ela não completa os 360°, mas somente 180°. Também se vê claramente que as outras não tem uma base nem tamanho igual. Certamente tem coisas que fogem da compreensão humana, como você mesmo falou Gabriel, eu mesmo já vivenciei e presenciei vários acontecimentos que desconheço; o porque, e como pode acontecer.

      Excluir